Tendências de Recrutamento e Seleção para 2018

O nosso setor vem sendo um dos mais impactados por novas tendências e, assim como as áreas de vendas e marketing já passaram, está passando por uma grande transformação em termos de papéis dentro das companhias. Um novo RH pede passagem e, pensando nisso, listamos a seguir algumas das tendências que envolvem a área para que você se planeje e, até mesmo, exercite e antecipe-as dentro da sua companhia.

O fluxo de informações aumenta a cada dia, e saber gerencia-las e utiliza-las para a tomada de decisões será fundamental para o sucesso da área de Recursos Humanos. Listamos abaixo as principais novidades que impactarão o setor no ano que vem:

Participação da Inteligência Artificial

Em 2018, a IA vem com tudo e vem para ficar. Inicialmente, atuando com a análise de candidatos, esse conceito ganha cada vez mais espaço nos ambientes mais estratégicos de RH e promete, cada vez mais, facilitar a vida profissional tanto de nós profissionais da área, quanto de nossos candidatos.

Entender essa metodologia e incorporá-la no dia-a-dia da sua empresa será fundamental para sair na frente no mercado.

Testes online de triagem

A etapa de triagem de candidatos é uma das que mais exige tempo e esforço do recrutador. Investir em uma plataforma de testes eficaz é uma ótima solução para poupar o tempo despendido na análise de um grande número de currículos à procura dos potenciais candidatos para a vaga.

Além disso, os testes são uma ótima solução quando pensamos em análises de fit cultural, por exemplo. O sucesso resultante de uma boa análise impacta diretamente na produtividade dos colaboradores, assim como na melhoria do índice de turnover.

Respostas por vídeo em testes online

Os vídeos são uma ótima ferramenta para diversas análises. Ao pedir para o candidato responder uma pergunta técnica por vídeo, por exemplo, é possível perceber diversos fatores, como postura, comunicação, estrutura de pensamento, e, claro, a parte técnica na resposta da pergunta realizada.

Isso antecipa diversos pontos que poderiam ser percebidos somente na hora da entrevista, por exemplo.

Job description em formato de vídeo

Esse tema estará em alta em 2018. A atração de candidatos vem sendo um desafio cada vez maior para em empresas. E a Job description tem papel fundamental nesse processo.

A mudança que chega para o próximo ano quando falamos de job description é na maneira como ela é feita e como é organizada. Estudos mostram que a descrição de cargo, do modo que conhecemos, não existirá mais. Questões técnicas não serão mais o foco, pois o candidato estará muito mais interessado no ambiente que ele encontrará. Tente focar mais nisso para as próximas vagas!

Uma boa ideia para se mostrar para o candidato e envolvê-lo com o seu processo é realizar as job descriptions em vídeo.

Automatização de processos de R&S

O recurso mais valioso que um profissional pode oferecer é o seu tempo. Otimizar esse recurso e investi-lo nas atividades certas, que agreguem mais valor à companhia é tarefa difícil, principalmente em um ambiente burocrático como é a maioria das grandes empresas.

Uma ótima solução para salvar tempo em atividades operacionais é a automatização de processos. Softwares de Recrutamento e Seleção são ótimas ferramentas para a gestão de processos seletivos, automatizando atividades desde a aprovação de abertura de vagas, até a contratação do candidato escolhido, salvando tempo que poderá ser consumido com tarefas mais relevantes.

Tendências para os candidatos do processo seletivo

Em 2018, o fator que será mais valorizado pelos candidatos é a experiência que ele terá junto à sua companhia. Isso é, o que ele sente em relação à marca, baseado nas experiências que passou junto à empresa. Portanto, uma tarefa importante para o futuro é entender o perfil dos seus candidatos e construir ações que sejam relevantes direcionado a esse público. Para te ajudar nesse planejamento, separamos pontos de atenção do que os candidatos irão buscar em 2018. Veja abaixo:

Autenticidade da Marca Empregadora

Mais do que nunca, o candidato espera a verdade. Aquela história da empresa fingir que é uma coisa, e o candidato fingir que acredita não tem mais espaço. Companhias autênticas, que mostram realmente como funcionam, e até mesmo seus problemas, conquistarão a atenção e o interesse dos candidatos.

Busca pelo propósito mútuo

Quando falamos de fit cultural para  2018, iremos além do que simplesmente o candidato se encaixar na cultura da empresa. No próximo ano, os candidatos buscarão propósito mútuo. Algo que faça sentido desempenhar e investir seu tempo.

Ambiente que gere aprendizado

O conceito de “bom ambiente de trabalho” mudará. De um lugar onde as pessoas se dão bem para um ecossistema no qual o potencial de desenvolvimento seja alto. Ou seja, promover um ambiente desafiador e que gere aprendizado e desenvolvimento será a melhor maneira para atrair e reter talentos.

Embaixadores da marca

Muito linkado com o tópico acima, esse também tem a ver com desenvolvimento. Porém, de forma com que os próprios colaboradores estejam envolvidos nesse espírito de desenvolverem e de serem desenvolvidos.

Em 2018, o pensamento de “quero trabalhar com aquela pessoa” será até mais presente do que o desejo de trabalhar na empresa em si. Portanto, invista para que colaboradores sejam embaixadores da sua marca e use-os para divulgação da imagem da companhia, tanto para candidatos, quanto para o mercado em geral.

Feedbacks com conteúdo

O envio da resposta negativa para o resultado de um processo seletivo é tão importante quanto a resposta positiva. Porém, a frustração do candidato reprovado é inevitável.

Uma opção para minimizar isso e fazer com que o candidato ainda esteja engajado com a sua empresa para uma outra oportunidade, por exemplo, é enviar algum material, ou conteúdo junto ao feedback, de modo que esse profissional sinta a sua preocupação com o seu desenvolvimento, deixando o sentimento de “ser mais um” de lado.

Tendências para os recrutadores

De todas as mudanças que foram listadas acima, o recrutador está envolvido em todas e é peça fundamental para implementação e exercício de cada uma delas. De qualquer forma, esse trecho irá falar um pouco sobre a mudança do seu pensamento. Afinal, o responsável por toda a mudança que vem ocorrendo na área é você!

Visão de Marketing

Esse conceito é trazido para esse post de modo que seja um bom caminho para a realização da grande maioria dos pontos acima, principalmente os focados nos candidatos. Isso é, adotar o candidato como um público-alvo e realizar ações focadas no perfil desse público, de modo a se tornar muito mais efetivo e assertivos nas atividades.

Seja na hora de criar uma job description atraente, ou na produção um feedback com conteúdo relevante para os candidatos reprovados, o conhecimento, mesmo que básico, na área de marketing será um diferencial para os profissionais de Recrutamento e Seleção.

Mindset generalista

A ideia de mindset generalista não é transformar o RH em uma área sem especificidade, mas sim em transformá-la em uma área consultiva perante os demais setores da empresa. De maneira que se torne, cada vez mais, uma área estratégica da companhia, se linkando ao resultado final da empresa.

Fonte: http://www.kenoby.com/