Vantagens e desvantagens do Recrutamento interno x Recrutamento Externo

Recrutamento e Seleção ocupa hoje um lugar muito importante nas empresas, não só pela área ser responsável pelo processo que oferece aos Gestores escolherem o melhor profissional que eles possam considerar para a oportunidade, mas por ocupar cada vez mais um espaço estratégico.

O que antes chamávamos de Recursos Humanos utilizados pela empresa, hoje enxergamos uma evolução do processo de Gestão de pessoas e ver um novo caminho, o do capital intelectual.

Pensando na área de Recrutamento e Seleção de forma estratégica, nos deparamos com o início de qualquer processo seletivo: o Recrutamento. Que por estratégia da empresa pode ser interno, externo ou misto. Podemos fazer uma análise crítica de cada tipo de recrutamento.

Recrutamento Interno

O norte do recrutamento interno é o aproveitamento do capital humano já existente na empresa, serve como um grande fator de retenção e motivação. Quando o processo seletivo é aberto internamente é necessário checar se a empresa têm algum colaborador em potencial para oportunidade, pois o que deveria ser uma oportunidade pode tornar-se uma série de episódios de frustração com aquele que participa do processo.

Vamos avaliar o que pode ser positivo e/ou negativo neste processo, lembrando que isto sempre vai depender da situação e estratégia que a empresa vive.

Pontos positivos

  1. O colaborador está mais integrado na empresa
  2. Menos tempo aplicado no processo de seleção
  3. Motiva e encoraja o colaborador em seu desenvolvimento profissional
  4. Não requer socialização organizacional de novos membros
  5. Conhece mais da cultura da empresa

Pontos Negativos

  1. A expectativa gerada no colaborador
  2. Gestores ressentidos pela perda de um bom funcionário
  3. Falta de inovações, ideias novas na equipe e criatividade
  4. Falta de inovações, ideias novas na equipe e criatividade
  5. Aumenta o conservadorismo

Recrutamento Externo

O processo seletivo quando aberto externamente exige métodos diferentes de condução, onde as técnicas devem ser bem definidas e a área solicitante da vaga deve ter de forma bem clara o perfil que o RH deverá trabalhar. Sem um alinhamento e conhecimento dessas informações o recrutamento pode tornar-se ineficiente.

Para a empresa o recrutamento externo lhe dá mais opções de levantamento de perfil e a possibilidade de escolher a que mais atende as expectativas da vaga e optar por novas experiências na organização.

Pontos positivos

  1. “Sangue novo” na organização
  2. Aumenta o capital intelectual com experiências além da rotina atual
  3. Incentiva a interação da organização com o mercado de trabalho
  4. Diferentes abordagens de problemas internos e de práticas no geral

Negativo

  1. Mais “trabalhoso” para o RH
  2. Pode reduzir a fidelidade dos funcionários por acharem que poderiam ocupar a vaga
  3. Pode interferir na motivação dos internos

Recrutamento misto

Este tipo de recrutamento é quando a empresa opta por realizar o processo seletivo com pessoas externas e funcionários, onde toda a divulgação e condução do processo seletivo é realizada de forma igual a qualquer candidato. Neste tipo de processo não há prioridade ou preferência por nenhum dos candidatos a vaga, a escolha do profissional a ocupar esta vaga vai ser através do profissional que se mostrar mais competente para atender as expectativas.

Podemos comparar um processo seletivo como um funil, amplo e aberto no começo, através das sucessivas avaliações e filtros vai de afunilando até que o candidato ideal fique no final. Quando este candidato ideal não surge na seleção é necessário inicar todo o processo novamente, o que demanda mais tempo para o RH e o gestor que precisa daquela posição, mas em contraponto tem-se a oportunidade de buscar mais a assertividade.

O recrutamento é de vital importância para as organizações uma vez que para atingir as metas e resultados da empresa precisamos de profissionais qualificados para assumir a responsabilidade.


Amanda Anjos

Psicóloga pela PUC-MG e MBA em Gestão de RH pela FMU.