Ter um trabalho ruim é pior para a saúde do que estar desempregado

O fantasma do desemprego, especialmente em períodos de crise, causa grande preocupação e estresse para a maioria das pessoas, mas sabia que a falta de trabalho é menos prejudicial para a saúde do que um emprego ruim? Pelo menos é o que revelou um estudo realizado pela Universidade de Manchester, na Inglaterra.

Trabalho ruim faz mal para a saúde

De acordo com a pesquisa, exercer uma função que você odeia ou atuar em uma empresa que não considera ideal e, ainda por cima, ganhar um salário baixo, pode provocar mais estresse crônico do que o desemprego.

Para chegar à conclusão, os sociólogos monitoraram 1.116 adultos britânicos desempregados durante os anos de 2009 e 2010.

O levantamento mostrou que aqueles que encontraram bons trabalhos melhoraram a saúde mental, enquanto aqueles que estavam em empregos estressantes, mal remunerados ou instáveis ​​apresentaram piores indicadores de estresse crônico do que aqueles que permaneceram fora do mercado.

Os estudiosos continuaram a monitorar os participantes por alguns anos, seguindo seus níveis de saúde e estresse crônico, através de análises hormonais e outros biomarcadores de estresse.

Fonte: www.vix.com/