Pesquisa Salarial – O que é e por quê fazer?

pesquisa salarial é uma prática muito utilizada pelas empresas nos dias de hoje. Trata-se de um estudo sobre a competitividade salarial e dos benefícios concedidos aos funcionários de uma empresa. Os dados obtidos nesta pesquisa são utilizados como base para a política salarial a ser adotada. Uma vez que a organização necessita de um equilíbrio entre os salários pagos dentro da mesma, o chamado equilíbrio interno. Permitindo também que haja um equilíbrio entre as práticas salariais das demais empresas, o chamado equilíbrio externo.

Esta pesquisa salarial é utilizada como fonte de informações paras a tomada de decisão no que diz respeito às políticas de Recursos Humanos de uma empresa. Assim, a organização pode planejar como será seu posicionamento no mercado em que atua. É necessário que a empresa siga um roteiro básico para a realização da pesquisa salarial. É um processo relativamente simples, porém exige bastante cuidado na escolha dos critérios utilizados. Abaixo, as etapas deste processo:

Seleção das empresas participantes

Para a realização da pesquisa salarial é necessário que a empresa interessada convide empresas de acordo com os dados que se deseja obter e o tempo disponível para a realização da pesquisa. Alguns especialistas indicam que se convide no mínimo 12 e no máximo 25 empresas que funcionarão como fonte de informações para a pesquisa. Este ponto pode gerar alguns imprevistos, uma vez que nem todas as empresas convidadas aceitam veicular seus dados salariais. Porém, não vejo esta decisão como a mais acertada, já que a empresa convidada poderá ter acesso ao resultado final desta pesquisa. Algo que, com certeza, será útil para que ela implemente uma prática salarial atualizada em relação ao mercado.

Os critérios de seleção destas empresas são em geral:

  • Porte;
  • Região;
  • Competitividade de mão-de-obra;
  • Segmento;
  • Estrutura interna;
  • Estratégia de recursos humanos.

Cargos a serem analisados

Uma vez selecionadas as empresas participantes, a empresa realizadora da pesquisa deve eleger os cargos a serem analisados. Esta etapa é muito importante para o processo. É necessário adotar critérios realmente relevantes para que a pesquisa salarial tenha seu efeito maximizado. Em geral, são escolhidos cargos comuns a várias empresas participantes. Diversas variáveis podem ser utilizadas nesta seleção, dentre elas as principais são:

  • O número de empregados no cargo;
  • A importância estratégica do cargo para a organização;
  • Os cargos devem possuir descrições com as responsabilidades/outras informações necessárias para o entendimento e comparação do cargo (job-matching);
  • Devem possuir representatividade no mercado de trabalho.
  • Pesquisa salarial

Veja também:

Tendências de Recrutamento & Seleção

Após seguir estes passos, é necessário que a empresa identifique as informações a serem buscadas na pesquisa salarial. As mais relevantes neste processo são:

Salários: Esta informação refere-se aos valores praticados pela organização, podendo ser analisados também: o salário fixo, a chamada remuneração variável de curto prazo (bônus, PLR, comissões de vendas), a remuneração variável de longo prazo (Stock-Options) e a remuneração indireta (valores dos benefícios quantificados).

Política de Benefícios: Normalmente, os benefícios concedidos variam de acordo com o nível do cargo, e podem ser: assistência médica, odontológica, seguro de vida, vale refeição, etc. Também conhecido como salário indireto, representa uma grande parcela da remuneração total. Os benefícios são um fator que gera vantagens à empresa no que diz respeito a atração e retenção de talentos.

Políticas e Procedimentos de Gestão: Esta informação influencia diretamente na competitividade das empresas. Por este motivo, é importante que haja um conhecimento das políticas e procedimentos de Recursos Humanos adotados pelas demais organizações atuantes no mesmo mercado. Incluem políticas de recrutamento, seleção, treinamento, administração de pessoal, a estratégia de remuneração dos empregados, no que se refere à Remuneração Básica, Remuneração de Curto Prazo e Remuneração Total, incluindo os benefícios quantificados.

Coleta das informações pesquisados

A etapa de coleta das informações tem uma importância ímpar para a pesquisa salarial. Nesta etapa são descritas as responsabilidades e requisitos dos cargos a serem comparados. Esta comparação pode ser feita à distância, por telefone/fax, microcomputadores, ou através de entrevistas com representantes das organizações participantes. Após a coleta dos dados, se faz necessário tabular as informações salariais obtidas para uma análise mais completa e geração dos resultados da pesquisa.

Após seguir estas etapas, a empresa possui informações consistentes sobre as práticas salariais das empresas participantes da pesquisa, possui também uma comparação entre as suas práticas e as demais, podendo agora construir um planejamento consistente sobre as melhores práticas salariais, de benefícios e etc. Cabendo à direção responsável analisar os resultados da pesquisa salarial e tomar as decisões sobre as novas práticas a serem implementadas juntamente com a gerência financeira da empresa.

Por: Gustavo Periard