Descrição de Cargos – Entendendo o que é

Dentro do contexto global da área de gestão de pessoas, as atividades que são inerentes aos cargos desempenhados nas organizações são as que merecem atenção especial, pois os cargos são exclusivos de pessoas, e por este motivo devemos priorizar em qualquer organização, a ferramenta de descrição de cargos.

Não se possui máquinas, equipamentos, robôs ou outro tipo de artificio para se ocupar um cargo. Os cargos são totalmente ocupados por pessoas e, por isso, necessitam ter uma análise complexa e detalhada.

As máquinas desempenham papéis eficientemente nos aspectos que são operacionais, ou seja, aqueles aspectos onde é necessária a utilização de força física, ou atividades repetitivas manuais. Nesse aspecto, as máquinas em suas diversas formas, são grandiosamente melhores e eficientes comparando-se com as pessoas, visto que o nível de produtividade é aumentado grandemente, com qualidade, padronização e velocidade.

No entanto as atividades que são caracterizadas como táticas ou estratégicas não são possíveis de serem substituídas totalmente pelas máquinas. Nessas atividades, a característica principal diz respeito ao raciocínio, ao planejamento, a programação, entre outras, e essas atividades só podem ser realizadas pelas pessoas.

Veja também: Pesquisa Salarial – O que é e por quê fazer?

As empresas somente começam a funcionar quando as pessoas que devem exercer um determinado tipo de cargo começam a ocupar seus espaços e a exercer suas funções e são colocadas em uma posição no organograma. A pergunta que fazemos é: como determinamos o que um cargo irá fazer e por que fazemos isso?

O desenho de cargos, ou papéis, como alguns autores também colocam, é bastante antigo. Podemos entender que de certa forma um cargo, muitas vezes, tem diferentes abordagens, atribuições e responsabilidades se compararmos uma empresa a outra. No entanto, temos que tomar cuidado, pois na sua essência a maioria dos cargos guarda uma semelhança ou mesmo uma característica específica que o define como tal.

Dependendo de que maneira estabelecemos como um cargo fará determinada tarefa, podemos obter melhor resultado ou não, sendo que em algumas situações do trabalho, o mesmo pode se tornar monótono, repetitivo, padronizado demais e, com isso, podemos ter efeito contrário ao que se pretende, que é uma boa produtividade e que poderá levar a empresa a uma melhor competitividade e, finalmente, a um bom resultado.

Muitas vezes, a motivação do trabalhador está diretamente relacionada à maneira com que um cargo foi desenhado na empresa. Em um trabalho de linha de produção, por exemplo, temos que considerar que muitas vezes a fadiga e a repetição podem ser fatores críticos e que podem prejudicar tanto o empregado quanto a empresa. O primeiro, em função da monotonia, riscos e fadiga propriamente dita, o que certamente afetará a sua produtividade. O segundo, em consequência do primeiro, afetará a produtividade e, consequentemente, os resultados da empresa.

O colaborador deve saber quais são suas atribuições, o que a empresa espera do mesmo e até onde pode crescer na organização profissionalmente. É possível observar tamanha importância que a descrição de cargos tem para uma organização, pois é necessário implantar e manter uma estrutura que embase todas as funções que são exercidas diariamente por todos os colaboradores de diferentes setores.

É importante salientar que todos os processos que envolvem a área de gestão de pessoas, incluindo o processo de descrição de cargos são completamente dinâmicos e mutáveis, sendo assim é necessário revisá-los e até refazê-los constantemente.

Está com dificuldades em descrever ou manter atualizado o descritivo de cargos da empresa? Entre em contato conosco. 

Autora: Audrey Faria – Psicologa e coaching. Consultora na área de RH há mais de 10 anos.